Surf Trip – Fernando de Noronha

O arquipélago de Fernando de Noronha fica a 360 km de Natal, cidade do continente mais próxima, motivo que encarece a viagem para um dos locais mais belos do Brasil. Por outro lado, esse isolamento permitiu a Noronha ficar imune à deterioração do turismo excessivo. Se fosse fácil chegar lá, hoje provavelmente haveria um monte de hotéis cinco estrelas, condomínios de luxo e excesso de turistas.

Por causa de seu delicado equilíbrio ambiental, Fernando de Noronha foi declarada Parque Nacional Marinho em 1988 e passou a ter 70% de sua área vigiados de perto por fiscais do IBAMA, do Projeto TAMAR e do Projeto Golfinho Rotator. É o único lugar do Brasil onde se cobra uma taxa de permanência, que é progressiva e pode chegar a preços incríveis.

O melhor jeito para ir pra Noronha é pegar avião desde Recife, Natal ou Fortaleza. Há vôos diários em aviões Brasília, para cerca de 40 passageiros. A viagem não demora mais do que uma hora. Na ilha, só há um hotel (Esmeralda), que funciona nas antigas instalações militares americanas. Mas há cerca de 70 pousadas, algumas muito bem estruturadas e outras improvisadas em casas de moradores. Elas cobram bastante pelo pouco conforto que oferecem: água fria e em alguns lugares, não há ar condicionado). Mas, em Noronha, não tem jeito: tudo é caro.

A melhor época para se visitar o arquipélago é de agosto a fevereiro, quando chove pouco. Em outubro, o mar fica mais calmo ideal para o mergulho. De dezembro a março, o mar se agita devido as ondulações de norte e nordeste originadas pelas frentes frias do hemisfério norte que traz grandes e boas ondas fazendo que um grande número de surfistas visitem as Ilhas.

Nos meses de férias (dezembro a março e em julho) o movimento de turistas é maior em Noronha. A temperatura média é de 26 graus. As praias, esplêndidas, são banhadas por águas límpidas que lembram o Caribe e continuam com o mesmo sabor selvagem de 500 anos atrás e com ótimos picos de surf relacionados abaixo.

Principais Picos:

PORTO – Local de embarque e desembarque dos barcos que abastecem a Ilha e dos passeios turísticos. Lindo visual do por do sol. Pico pouco constante.

CACHORRO – Próximo a Vila dos Remédios sendo um dos picos mais freqüentado pelos locais quando as condições estão boas. As ondas variam de 2 a 8 pés.

CONCEIÇÃO – Uma das mais bonitas e extensa praia da Ilha. Pico também muito freqüentado pelos locais. Na temporada as ondas variam de 2 a 8 pés com esquerdas e direitas.

BOLDRÓ – Fundo de corais onde quebram ondas tubulares variando de 4 a 10 pés. As ondas são rápidas e o fundo raso exigindo muita atenção predominando as esquerdas. Há um mirante que propicia uma linda vista da praia. Nos dias maiores a onda lembra Pipeline.

CACIMBA DO PADRE – Com cerca de 900 metros de areia clara e fofa e várias arvores. É o principal e mais constante pico com ondas que podem passar dos 10 pés tubulares e fortes. Fundo de areia funcionando com swell de norte e nordeste. Pranchas quebradas e caldos cinematográficos são normais e quando as condições estão boas é um dos picos mais crowd da Ilha.

LAJE DO BODE – Fica próximo da Cacimba. Fundo de pedra que forma ondas perfeitas e tubulares variando de 3 a 8 pés. Predominando as direitas. Muito boa para fotografar de dentro da água. Surfer Edu Elias

ABRAS – Longas esquerdas com formação de point break e ondas de 3 a 8 pés longas e perfeitas em fundo de pedra. Quando quebra o pico fica bem crowd e dominado pelos locais. Alguns outros picos menos constantes na Ilha tem seus bons dias principalmente quando o swell está grande o que é normal nas férias de verão.

TOQUES :

A pesca submarina é completamente proibida.

Na Ilha dois tipos de mergulho são praticados: Mergulho autônomo com cilindros e mergulho livre sendo que há 3 empresas operando em FN.

Várias praias e locais da Ilha são de difícil acesso. Por isso não deixe de caminhar e explorar a Ilha que lhe reserva muitas surpresas.

O sol em Noronha é muito forte sendo necessário o uso de protetor solar.

Os melhores e mais constantes picos de surf são um pouco afastados da vila, leve água, repelente, e acessórios como cordinhas extras e no mínimo 2 pranchas.

Na Ilha não há surf-shops por isso leve tudo que for necessário. Boa parte de seu equipamento ou mesmo calções e camisetas podem ser vendidos aos locais.

Lembre-se a temporada começa em Dezembro e vai até março com grandes swells de norte bombardeando as Ilhas. Leve pranchas grandes para ondas rápidas e tubulares.

O crowd e o localismo existe nas Ilhas por isso vá com calma e respeito.

Muitos surfistas nordestinos batem cartão a anos durante a temporada de ondas. Conhecem os picos com a palma da mão e detonam as ondas.

Confira algumas fotos do Hawaii Brasileiro:

Cacimba do Padre

Cacimba do Padre

Agua cristalina e visual paradisiaco

Agua cristalina e visual paradisiaco

Cacimba Style

Cacimba Style

Morro do Pico

Morro do Pico

Pipe?! Não, Cacimba num dia POWER!

Pipe?! Não, Cacimba num dia POWER!

Mapa da Ilha

Mapa da Ilha

Em Noronha eles estão sempre presentes

Em Noronha eles estão sempre presentes

Cacimba de dentro d'agua

Cacimba de dentro d'agua

Umas das ondas mais perigosas da Ilha!

Boldró: Umas das ondas mais perigosas da Ilha!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: