Surf Trip – Ilha do Mel

Há alguns anos a famosa Ilha do Mel, no Paraná, não era tão famosa assim, a luz era fornecida por um gerador e desligada no meio da noite, as instalações eram bem precárias e o desembarque era feito a 20 metros da praia.

Hoje em dia, a Ilha do Mel tem luz elétrica 24 horas, instalações para todos os gostos e bolsos e trapiche para o desembarque. Recebe visitantes de todas as partes do Brasil e do mundo, sendo muito comum escutarmos inglês, alemão, italiano e até russo pelas trilhas. Apesar de tudo isso, a ilha não deixou de ser o lugar “roots” que era há alguns anos.

A Ilha do Mel é um dos picos com as melhores ondas para o surf de todo o litoral paranaense, conta com três principais picos: Praia de Fora, Praia Grande e as lendárias Paralelas. As duas primeiras são bastante constantes e a última quebra raramente com condições bem especiais (swell de sul grande e vento sul). O vento sul entra de terral.

O surf no inverno costuma ser bem tranqüilo, não é raro ter altas ondas quebrando e ninguém no mar. No verão a crownd aumenta um pouco mas o surf continua tranquilo.

Para chegar a Ilha é necessário deixar o carro estacionado em Pontal do Sul e pegar a barca, que leva aproximadamente 30 minutos para fazer a travessia. É possível fazer o mesmo por Paranaguá, cidade histórica do Paraná, mas o tempo de travessia sobe para cerca de 1h45min. Ainda no continente, são pagas as passagens de ida e volta e a taxa de conservação.

Se a intenção é fazer a visita durante o verão ou em feriados prolongados é importante se informar sobre a lotação da Ilha. Desde 1992, quando foi considerada Reserva da Biosfera, a administração da Ilha foi passada ao Instituto Ambiental do Paraná, que restringiu o acesso a, no máximo, cinco mil pessoas simultaneamente, visando preservar o local.

O único meio de transporte permitido na ilha é a bicicleta, que pode ser alugada lá mesmo. Mas lembre-se que querendo ou não você terá que caminhar grandes distâncias pelas lindas trilhas.

Em Paranaguá ou Pontal você pode decidir por dois destinos: Nova Brasília e Encantadas. A primeira é mais procurada pela galera jovem que está atrás das ondas e da agitação, até porque fica próxima das praias do Leste onde rolam as ondas para o surf.

O contato com a natureza é algo incrível, mata preservada, pássaros, lagartos e até cobras são facilmente encontrados na Ilha do Mel. Não tem carros, poluição, barulho, ou seja, 100% roots e natural. Mas, os nativos sabem explorar o turismo e já disponibilizam aos visitantes confortos como aluguel de cadeiras, guarda-sóis e pranchas de surf; acesso à internet e bons restaurantes.

A ilha conta com diversos restaurantes que servem em sua maioria frutos do mar como peixes e camarões. A noite costuma ser bem forte, principalmente perto do verão, com sons para todos os gostos – do forró ao reggae. Não esqueça de levar a sua lanterna, pois a iluminação nas trilha à noite é praticamente inexistente.

Não deixe de conhecer a Fortaleza de Nossa Senhora dos Prazeres, que fica ao norte da ilha. A visão do Farol das Conchas também tem um astral incrível. Enfim, a Ilha é um lugar daqueles em que todos deveriam conhecer antes de morrer. Não existe nada parecido!

Principais picos:

Paralelas:

Nas Paralelas, as ondas crescem até 1,5 à 2 metros, com ondulação vinda de sul e leste e vento (terral) de sul.

São direitas perfeitas, em fundo de areia e pedra.

Os melhores tubos da Ilha rolam ali, onde o bodyboarding também é praticado.

Nos dias clássicos, uma prancha 6’1”.

Dica: para cair pelas pedras, deve-se conhecer bem o pico, caso contrário, entrar pelo mar.

Praia de Fora – Farol:

São ondas para esquerda e direita, chegando até 2 metros com ondulação de sul e sudeste. O fundo é de areia e o terral é o oeste.

Boa também para o bodyboarding. Prancha para o dia-a-dia, uma 6’0”.

Praia Grande – surf em dose dupla:

As ondas mais consistentes estão no canto esquerdo e no canto da Vó.

Chegam à 7 ou 8 pés com vento oeste e ondulação sul.

Esquerdas e direitas perfeitas.

O fundo é de areia e no canto da Vó, há uma laje de pedra.

Bons tubos para o bodyboarding.

Prancha para os melhores dias: no canto esquerdo, uma 6’3” e na Vó, uma 6’0”.

Praia de Nova Brasília:

Em dias de ressaca do mar, ou com ondulação Sudeste, as ondas também quebram em Nova Brasília.

Ondas de até 1m, em fundo de areia.

Boa pedida para iniciantes.

Melhores épocas:

De maio à setembro, quando chegam constantes ondulações de sul e sudeste.

A Ilha também é muito consistente no verão, com a entrada de ondulações de nordeste.

No inverno, trazer um long-john; na primavera e outono, um short-john; no verão, uma lycra e protetor solar.

Confira algumas fotos da Ilha do Mel:

Praia de Fora

Praia de Fora

Praia de Fora Clássico

Praia de Fora Clássico

Visual aéreo da Ilha

Visual aéreo da Ilha

Paralelas em dia gringo!

Paralelas em dia gringo!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: